55SP indica – Sigmar Polke – Tate Modern

Screenshot 2014-11-28 00.54.08

Dos vários nomes talentos surgidos na Alemanha desde o fim da II Guerra Mundial,   Sigmar Polke (1941-2010) foi extremamente experimental e insaciável .

Nascido em 1941, na Silesia , naquele momento Alemanha , hoje em dia parte da
Polônia, em 1945 muda-se com a família para Alemanha oriental e em 1953 para
o lado ocidental.

Fundou (ao lado de outros artistas) o “Capitalismo Realismo” movimento alemão que surge em resposta ao pop americano.
Considerado mais explícito na crítica política, afinal falavamos de artistas vivendo uma sociedade pós-guerra,  o movimento de Polke tinha procedimentos
construtivos similares ao Pop Americano, fazendo uso da cultura de massa .

Polke introduziu em suas pinturas os dots , retículas , a principio os fazia a mão livre, apenas com o auxilio de uma lupa, posteriormente com projetor de slides e spray.

E é dele a retrospectiva que visitei hoje no Tate  A exposição abrange todas as mídia que ele trabalhou nas ultimas 5 décadas.

Supreendentemente a exposição tem um grande numero de obras que não usam a técnica dos dots e reticulas . Há um grande numero de colagens , bem como obras feitas em tecido e até pintada sobre plastico bolha , que não deixa de ter sua ligação com a estética de Polke , mas em um meio completamente diferente

IMG_3401 IMG_3404

 

A entrada da exposição no imponente prédio da Tate Modern

 

IMG_3410

 

 

 

 

IMG_3417

 

Apreciando a absurda perfeição de “The girlfriends”

 

Na publicação de arte , sem fins lucrativos do Manipresto edição #03, há uma matéria escrita por Maria Montero que conta um pouco mais da história  deste intrigante artista

Manipresto#03

Screenshot 2014-11-28 00.45.40

A exposição fica no Tate Modern em Londres de: 9 de Outubro 148 de Fevereiro de 15.

Por Julia Morelli



Os comentários estão desativados.