ANISH KAPOOR | AMERICA

Kapoor é um artista nascido na Índia que mudou-se para a Inglaterra em 1972, onde deu continuidade em seus estudos artísticos. Começou a ganhar notoriedade internacional no início dos anos 80.

As obras de Kapoor possuem formas e curvas simples, normalmente de uma só uma cor ou brilhantemente colorida. Em sua maioria, a intenção é prender a atenção do público, invocando um mistério através das cavidades escuras de seu trabalho. Seus trabalhos mais recentes são baseados em espelhos, refletindo ou distorcendo o público.

Suas obras são colecionadas no mundo inteiro, notavelmente no Museu de Arte Moderna em Nova Iorque, no Tate Modern em Londres, Fondazione Prada em Milão, no Guggenheim em Bilbao, no De Pont Fundation nos Países Baixos e no Museu de Arte Contemporánia do Século XXI em Kanazawa, Japão.

Anish Kapoor criou uma obra de protesto contra o novo presidente Americano, Donald Trump, tendo com influência a performance “I Like America and America Likes Me”, de Joseph Beuys. Ele está chamando outros artistas a fazerem o mesmo, depois das recentes decisões de Trump, em restringir imigrantes, especialmente de origem muçulmana, nos Estados Unidos.

Com o título “I Like America and America Doesn’t Like Me” escrito em uma fonte comumente associada com a mídia alemã nazista.

“Nosso silêncio nos torna cúmplices com a política de exclusão. Não vamos ficar calados.” – Anish Kapoor.

 



Os comentários estão desativados.

ANISH KAPOOR | AMERICA

Kapoor é um artista nascido na Índia que mudou-se para a Inglaterra em 1972, onde deu continuidade em seus estudos artísticos. Começou a ganhar notoriedade internacional no início dos anos 80.

As obras de Kapoor possuem formas e curvas simples, normalmente de uma só uma cor ou brilhantemente colorida. Em sua maioria, a intenção é prender a atenção do público, invocando um mistério através das cavidades escuras de seu trabalho. Seus trabalhos mais recentes são baseados em espelhos, refletindo ou distorcendo o público.

Suas obras são colecionadas no mundo inteiro, notavelmente no Museu de Arte Moderna em Nova Iorque, no Tate Modern em Londres, Fondazione Prada em Milão, no Guggenheim em Bilbao, no De Pont Fundation nos Países Baixos e no Museu de Arte Contemporánia do Século XXI em Kanazawa, Japão.

Anish Kapoor criou uma obra de protesto contra o novo presidente Americano, Donald Trump, tendo com influência a performance “I Like America and America Likes Me”, de Joseph Beuys. Ele está chamando outros artistas a fazerem o mesmo, depois das recentes decisões de Trump, em restringir imigrantes, especialmente de origem muçulmana, nos Estados Unidos.

Com o título “I Like America and America Doesn’t Like Me” escrito em uma fonte comumente associada com a mídia alemã nazista.

“Nosso silêncio nos torna cúmplices com a política de exclusão. Não vamos ficar calados.” – Anish Kapoor.

 



Os comentários estão desativados.