XAVIER VEILHAN | BIENAL DE VENEZA

O artista Xavier Veilhan desenvolveu o “Studio Venezia”, para a próxima Bienal da capital da arte italiana (que acontecerá entre os dias 13 de maio e 26 de novembro). A criação foi concebida como um estúdio de gravação, por onde passarão mais de uma centena de músicos convidados, livres para compor novas obras diante do público da mostra.

Veilhan projetou o studio em uma área de 360 metros quadrados, inspirado nos anos 1970, desconstruído, visualmente caótico, “como se tivesse sido atingido por um terremoto”, mas de qualidade acústica e sonora.

Em entrevista exclusiva ao O Globo, Veilhan contou a proposta do “Studio Venezia”, que acolherá uma variada gama musical: jazz experimental, rock, pop, indie, música barroca, eletrônica ou trilhas de filmes.

Com Xavier Veilhan, que alcançou maior reputação internacional a partir de sua exposição no Château de Versalhes (2009), os franceses esperam competir pelo Leão de Ouro de melhor representação nacional na Bienal de Veneza, troféu que não recebem desde 2005, com a premiação de Annette Messager e sua obra “Casino”.

Nas imagens você pode conferir o projeto do studio e outras obras do artista francês.



Os comentários estão desativados.

XAVIER VEILHAN | BIENAL DE VENEZA

O artista Xavier Veilhan desenvolveu o “Studio Venezia”, para a próxima Bienal da capital da arte italiana (que acontecerá entre os dias 13 de maio e 26 de novembro). A criação foi concebida como um estúdio de gravação, por onde passarão mais de uma centena de músicos convidados, livres para compor novas obras diante do público da mostra.

Veilhan projetou o studio em uma área de 360 metros quadrados, inspirado nos anos 1970, desconstruído, visualmente caótico, “como se tivesse sido atingido por um terremoto”, mas de qualidade acústica e sonora.

Em entrevista exclusiva ao O Globo, Veilhan contou a proposta do “Studio Venezia”, que acolherá uma variada gama musical: jazz experimental, rock, pop, indie, música barroca, eletrônica ou trilhas de filmes.

Com Xavier Veilhan, que alcançou maior reputação internacional a partir de sua exposição no Château de Versalhes (2009), os franceses esperam competir pelo Leão de Ouro de melhor representação nacional na Bienal de Veneza, troféu que não recebem desde 2005, com a premiação de Annette Messager e sua obra “Casino”.

Nas imagens você pode conferir o projeto do studio e outras obras do artista francês.



Os comentários estão desativados.