LYGIA PAPE | MET BREUER

Atuante em importantes movimentos, como o Concretismo, o Neoconcretismo e a Tropicália, Lygia Pape (1923 – 2004) foi uma importante artista, pesquisadora, cineasta, designer, com uma grande produção de obras experimentais.

A obra de Lygia Pape, que buscou levar a arte abstrata para as ruas do Rio de Janeiro, desembarcou na última terça-feira (21/3) no Met Breuer, a nova filial do Metropolitan Museum of Art, de Nova York – dedicado exclusivamente a arte moderna e contemporânea.

Será a primeira retrospectiva da artista nos Estados Unidos e a mostra contará com dezenas de pinturas, esculturas, gravações, curtas-metragens, fotografias, livros experimentais, instalações e performances de Pape.

Durante cinco décadas de sua carreira, Lygia Pape combinou a abstração geométrica com noções de corpo, tempo e espaço para aproximar os objetos artísticos da vida real e foi uma das fundadoras do neoconcretismo, ao lado dos artistas Lygia Clark e Hélio Oiticica, entre os anos 50 e 60.

“Uma multidão de formas” será exibida até 23 de julho. Pape é a primeira grande artista da América Latina a ser escolhida para uma exposição no Met Breuer, em parte porque o edifício elaborado por Marcel Breuer “se relaciona intensamente” com a estética de Pape, segundo a curadora.



Os comentários estão desativados.