GUERRILLA GIRLS

 

Mulheres em máscaras de gorila, as Guerrilla Girls, denunciam a discriminação de gênero no mundo artístico, através do humor corrosivo e da arte visual. As imagens da sua luta viraram peças de museu, ilustrando a vertente feminista da arte política.

Biografia retirada do site das Guerrilla Girls:

“As Guerrilla Girls são artistas ativistas feministas. Mais de 55 mulheres fizeram parte do grupo ao longo dos anos, algumas por semanas, outras por décadas. Nosso anonimato mantêm o foco nos problemas, e distante de quem devemos ser. Nós usamos máscaras de gorila em público e usamos fatos, humor, e trajes ultrajantes para expor questões de gênero e etnia, assim como corrupção na política, arte, cinema e cultura popular. Nós minamos a idéia de uma narrativa mainstream, revelando o subtexto, o negligenciado, e o francamente injusto. Acreditamos num feminismo interseccional que luta contra a discriminação e apoia os direitos humanos de todas as pessoas e de todos os sexos. Realizamos mais de 100 projetos de rua, cartazes e adesivos em todo o mundo, incluindo Nova York, Los Angeles, Minneapolis, Cidade do México, Istambul, Londres, Bilbao, Roterdã e Xangai, para citar apenas alguns. Nós também fazemos projetos e exposições em museus, atacando-os por seu mau comportamento e práticas discriminatórias, diretamente em seus próprios muros. Nossas retrospectivas em Bilbao e Madri, Guerrilla Girls 1985-2015, e nossa exposição itinerante nos EUA, Guerrilla Girls: Not Ready To Make Nice, atraíram milhares de visitantes. Podemos ser qualquer um. Nós estamos em todo lugar. Qual é o próximo? Mais criativo reclamando!! Novos projetos em Londres, Paris, Colônia e muito mais!”

A 55SP trás novos itens colecionáveis e você pode adquiri-los clicando nas imagens a seguir:



Os comentários estão desativados.